sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Protecção das crianças e jovens - Seminário



Debate sobre a protecção das crianças e jovens reúne jornalistas e especialistas em questões da infância


As problemáticas ligadas à infância na óptica dos órgãos de comunicação social é o tema do debate que juntará, no Porto, dia 29 de Outubro, jornalistas e especialistas ligados às crianças, em diversas áreas como a protecção social, a Justiça e a Psicologia. O seminário “A cultura da infância numa sociedade democrática: contributos e responsabilidades. A mais-valia da informação/ comunicação” é organizado pela Comissão Nacional de Protecção das Crianças e Jovens em Risco (CNPCJR), em parceria com o Instituto da Segurança Social, I.P. (ISS), o Sindicato dos Jornalistas (SJ).


A organização apresenta os objectivos do seminário, e destaca a intenção de “potenciar o papel informativo e reflexivo dos órgãos de comunicação social na construção social da realidade referente à protecção das crianças e jovens, em particular as que se encontram em risco ou perigo, e à promoção dos seus direitos'.

O evento será desenvolvido em estreita colaboração entre a CNPCJR e o SJ, o que tornará o debate plural e abrangente a todas as perspectivas de análise, no que respeita à cobertura mediática das questões ligadas às crianças.

O seminário decorre na Fundação Cupertino de Miranda, no Porto, e tem início com uma sessão de abertura, pelas 9h30, em que participarão Maria Amélia Cupertino de Miranda, presidente do Conselho de Administração da Fundação Dr. António Cupertino de Miranda, Edmundo Martinho, presidente do ISS, Armando Leandro, presidente da CNPCJR, e Alfredo Maia, presidente do SJ. Armando Leandro será o orador no primeiro painel, em que fará uma apresentação do Sistema de Promoção e Protecção em Portugal.

Às 11h00 terá início o segundo painel, moderado por Manuel Vilas Boas, jornalista da TSF, em que se fará a análise de uma situação concreta, na óptica dos média, com a jornalista Leonor Paiva Watson do Jornal de Notícias, e na óptica da Justiça, com o representante da Procuradoria-Geral da República na CNPCJR. Será analisado o percurso de um caso numa Comissão de Protecção de Crianças e Jovens, de uma criança ou jovem em risco, o processo de cobertura jornalística e a responsabilidade dos meios de informação no sistema de promoção e protecção.

“Os direitos fundamentais à informação e à privacidade: que concordância prática à luz dos valores e princípios do Sistema de Promoção e Protecção?” é o tema da tertúlia que decorrerá a partir das 14h00, com a moderação de Joana Marques Vidal, Procuradora Geral Adjunta, e Estrela Serrano, socióloga e membro do Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social, como oradora. Os comentadores do painel serão Paquete de Oliveira, provedor dos telespectadores, Jaime Milheiro, psicanalista, Pedro Mourão, da Comissão para a Carteira Profissional do Jornalista, Paulo Agostinho, editor-adjunto da Agência Lusa, Carlos Magno, jornalista, Manuel António Pina, jornalista e escritor, Lídia Maropo, Investigadora do Centro de Investigação Media e Jornalismo, e Sara Pereira, investigadora da Universidade do Minho, e um representante de jovens. Ao painel seguir-se-á um debate com intervenção de todos os participantes e assistência.

A sessão de encerramento, com início às 17h00, será presidida por Armando Leandro, presidente da CNPCJR sendo o orador Orlando César, presidente do Conselho Deontológico do Sindicato dos Jornalistas.

Mais informações disponíveis em www.cnpcjr.pt em Destaques


Em anexo:


Programa do Seminário (descarregar)

Ficha de Inscrição (descarregar)


Sem comentários:

DOCUMENTOS DA APEE - AFGC

LIVROS NEE

Associação de Pais e Encarregados de Educação

RECOMENDAÇÕES DA GRIPE A

Video